Postagens

Mostrando postagens de Março, 2016

É RAZOÁVEL ACREDITAR QUE JESUS RESSUSCITOU?

Imagem
Nesta semana em que se comemorou a páscoa falaremos sobre uma das crenças centrais do cristianismo: A categórica afirmação de que Jesus, o Filho de Deus, ressuscitou dentre os mortos. Seria isso verdade? Estamos diante de um fato histórico ou um relato forjado por seus discípulos? Seria a ressurreição uma metáfora ou um registro literal de uma ocorrência?
Antes de tudo, se faz necessário esclarecer um ponto, sobre o qual muitos céticos parecem se confundir, a saber, o método correto para se investigar o objeto de estudo. Ocorre que, quando falamos em analisar a questão do ponto de vista racional e lógico, muitos erroneamente supõem que seja apresentado um único conceito para “prova” ou “evidência”, quando na verdade, existem vários tipos de metodologia de pesquisa científica onde tais conceitos podem variar de acordo com área em que se estuda e a sua problemática.
Podemos citar métodos, por exemplo, como o Estudo de Caso, Pesquisa Laboratorial, Pesquisa Bibliográfica, Cultura Materia…

O RELATIVISMO ESTÁ PIORANDO A SITUAÇÃO NO MUNDO

Imagem
Uma pesquisa recente divulgada na renomada revista Nature chamou a atenção da comunidade científica, bem como do público em geral. O experimento foi realizado com 591 pessoas oriundas de diversas comunidades religiosas ao redor do mundo, envolvendo até mesmo moradores da ilha de Marajó, no Brasil, conforme informou o site do jornal Folha de S.Paulo. O estudo, liderado pelo professor Benjamin Purzychi, da Universidade da Colúmbia Britânica (Canadá), contou com a participação de psicólogos e antropólogos, e revelou uma íntima relação entre fé em Deus e honestidade.
O resultado dessa pesquisa me trouxe à memória algumas leituras que realizei há alguns meses. Em seu livro Apologética Contemporânea, o filósofo cristão William Lane Craig faz uma síntese do pensamento de outros filósofos – ateus, agnósticos e cristãos – a respeito da íntima relação entre a existência de Deus e o conceito de moralidade objetiva. Ele comenta que mesmo filósofos ateus, a exemplo de Richard Taylor, admitem que …

CONTATO

Imagem
Use este espaço para enviar dúvidas, críticas, sugestões ou qualquer outro tipo de comentário. Suas mensagens serão respondidas o mais breve possível. Este formulário estará sempre disponível na guia "Contato". Desde já, muito obrigado pela sua participação.

Carregando…

PODE DEUS CRIAR UMA PEDRA QUE NEM ELE POSSA CARREGAR?

Imagem
O paradoxo da onipotência é uma das mais famosas objeções ao atributo divino. Muitos críticos e céticos se valem dela para tentar argumentar e demonstrar que tal capacidade é falsa. A implicação clara é que, se Deus pode criar tal pedra, haverá algo que ele não poderá fazer, isto é, carregá-la. Logo, a onipotência seria uma concepção ilógica.
Eu vejo muitos artigos e postagens em blogs pela internet que buscam dezenas de formas para tentar dar uma explicação para esta objeção. Alguns, apesar de fazerem um “caminho longo”, até apresentam uma resposta satisfatória. Outros, porém, parecem ter dificuldades de observar que a resposta para isso é mais simples do que parece. Alias, com um estudo básico da Bíblia (aqui levando em consideração o atributo de Deus, o judaico/cristão, é claro) sobre a onipotência divina, percebemos rapidamente que o Paradoxo na Onipotência parte de uma premissa equivocada.
Veja: Quando afirmamos que Deus é “todo poderoso”, pela Bíblia verificamos que isso não si…