18 PERGUNTAS HONESTAS DE UM ATEU SINCERO (PARTE 4)

PERGUNTA 15: Sendo que há várias traduções da Bíblia, como termos certeza de que tudo o que ela afirma não foi adulterado?

RESPOSTA: Não existe uma tradução bíblica 100%. O que temos é 100% de certeza de que o que está na Bíblia apresenta uma coerência tal que nem mesmo os pequenos erros de tradução afetam o todo harmônico das Escrituras e a ideia principal: a de que Deus amou tanto o mundo que veio até aqui para salvá-lo da morte eterna (João 3:16; Atos 20:28).

Como podemos saber que a Bíblia é precisa se “o papel aceita tudo”? Possuímos [evidências suficientes para constatarmos que de fato não houve adultério de seu conteúdo]. A principal delas é a transformação que tal livro faz na vida de uma pessoa. Mas, apresentarei a você algo mais palpável.

(1) A forma como o texto foi transmitido. Os Massoretas (escribas judeus) ao fazerem cópias dos livros originais da Bíblia, usavam uma técnica que impressiona. Eles contavam palavra por palavra do manuscrito original e começavam o trabalho à mão. Após o término da cópia de um livro, contavam todas as palavras copiadas. E… se desse margem de erro de uma que fosse (para mais ou para menos), jogavam todo o trabalho fora e começavam novamente. Uma prova arqueológica interessante que mostra a veracidade da transmissão do texto bíblico é vista no Papiro de NASH, escrito há aproximadamente 150 anos a.C. Ele contém os Dez Mandamentos (Êxodo 20:1-17), o Shemá (Deuteronômio 6:4-9. Shemá é a confissão de fé tradicional de Israel. A palavra significa “ouve”, e é a palavra inicial, em hebraico, daquela confissão.) e parte de Deuteronômio 5:6. Quando se compara o fragmento com outros manuscritos (os manuscritos bíblicos estão espalhados por vários museus ao redor do mundo. Destaco o Museu Britânico de Londres e o Museu do Vaticano.) como o Britânico 4445 datado do IX século d.C., vemos que o conteúdo é o mesmo!

Portanto, a margem de erro que existe nas cópias é quase zero.

(2) [A harmonia entre AT e NT. Tomemos como exemplo as que são] referentes a Jesus Cristo. Sabe-se que Ele foi um personagem que fez parte da história ao ponto de dividi-la em Antes e Depois dEle. As profecias a seguir foram escritas aproximadamente 950 antes. Algumas delas:

SALMO DESCRIÇÃO DO EVENTO CUMPRIMENTO

8:2 Seria louvado pelas crianças Mateus 21:15, 16.
16:10 Seria ressuscitado Mateus 28:7
22:1 Sentir-se-ia desamparado por Deus Mateus 27:46
22:7,8 Seria zombado pelos inimigos Lucas 23:35
22:16 Teria as mãos e pés perfurados na cruz João 20:27
22:18 Tirariam sortes para repartir as roupas dEle Mateus 27:35, 36
34:20 Não teria um osso sequer quebrado João 19:32;22-36
35:11 Seria acusado por falsas testemunhas Marcos 14:57
35:19 Seria odiado sem motivos João 15:25
40:7,8 Teria prazer em fazer a vontade de Deus Hebreus 10:7
41:9 Seria traído por um amigo Lucas 22:47
68:18 Subiria ao Céu Atos 1:9-11
69:9 Seria zeloso pela sinagoga João 2:17
69:21 Na cruz dariam para ele vinagre e fel Mateus 27:34
109:4 Oraria pelos inimigos Lucas 23:34

Note a ligação entre Antigo e Novo Testamento e a precisão que há na Bíblia!

(3) Sua veracidade histórica. Daniel 2 apresenta o surgimento dos quatro grandes impérios mundiais (Babilônia, Medo-pérsia, Grécia e Roma) e dos países da Europa cerca de 700 anos antes de Cristo. Os metais que fazem parte da estátua que o rei de Babilônia viu em um sonho mostram que Deus está sobre o controle da história e que tudo se caminha para o cumprimento dos eternos propósitos dEle.

Essa profecia, inclusive, [mudou radicalmente o posicionamento de vários ateus] após se darem ao trabalho honesto de compararem a Bíblia com a história.

(4) Suas antecipações científicas. Mesmo não sendo um livro científico (o objetivo é mostrar o plano de Deus em de salvar o ser humano da morte eterna), a Bíblia possui antecipações científicas:

a) Peso do ar – Jó 28:25
b) O planeta Terra está suspenso sobre o nada – Jó 26:7
c) Processo embrionário – Salmo 139:12-16
d) Redondeza da Terra – Isaías 40:22

Em 2 Timóteo 3:1-5 vemos uma profecia a respeito da moral da humanidade. Moral essa que iria declinar – e isso se cumpre minuciosamente em nossos dias.

Tais antecipações foram feitas milênios antes de a ciência fazer tais constatações. [Desta forma, é razoável crer que] um Ser sobrenatural poderia dar um conhecimento [mais amplo] a homens que não tinham os recursos científicos de hoje para saberem tais coisas.

(5) A confirmação da arqueologia. Possivelmente a descoberta mais importante foi a dos Manuscritos do Mar Morto, em 1957. Descobertos nas cavernas de Qumran, às margens do Mar Morto, calaram a alta crítica por conter cópias ou fragmentos de praticamente toda a Bíblia, com exceção do livro de Ester (Renato E. Oberg em seu livro A Nossa Bíblia e os Manuscritos do Mar Morto. São Paulo: Casa Publicadora Brasileira: 1984, p. 58). Possuímos também, graças às escavações arqueológicas realizadas no local, um rolo completo do livro de Isaías, inclusive um manuscrito copiado pelo ano 100 a.C – possui mais de 2000 anos. [A comparação deles com os contemporâneos derrubou o mito de que a Bíblia estivesse adulterada ou modificada.]

____________________
Na Mira da Verdade (Adaptado) - Neste link está disponibilizado o artigo original e completo. Caso queira mais informações sobre os assuntos abordados, entre em contato pelo e-mail conectandoaoblog@gmail.com

Clique nos links para ler: Parte 1, Parte 2, Parte 3 e Parte 5

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUANTOS ISRAELITAS REALMENTE DEIXARAM O EGITO?

O TRILEMA DE EPICURO E A ORIGEM DO MAL

OS EVENTOS HISTÓRICOS QUE DETERMINARAM AS CIRCUNSTÂNCIAS DOS DIAS DE JESUS